Capítulo I

NOME, OBJETO, ENDEREÇO ​​E ÂMBITO:

Artigo 1. Sob o nome de Associação Científica Internacional de Psicopedagogia é uma associação sob a Lei Orgânica 1/2002, de 22 de março, e normas complementares, com personalidade jurídica e plena capacidade jurídica, sem fins lucrativos.

Artigo 2. Esta associação é constituída por tempo indeterminado

Artigo 3. A existência desta associação tem como objetivo:

  1. Promover, divulgar, facilitar o contato entre pesquisadores das seguintes áreas científicas em psicologia e educação (e aqueles que podem ser adicionados):

    • Aprendizagem, memória e motivação

    • Conflitos e mediação escolar

    • Profissional e desenvolvimento de carreira

    • Educação, desenvolvimento e expressão artística

    • Família, escola e comunidade

    • Formação de professores e educadores

    • Treinamento e transição para o mundo do trabalho

    • O multiculturalismo, a inclusão social ea educação

    • Linguagem, comunicação e seus distúrbios

    • Modelos e práticas de avaliação

    • Necessidades educativas especiais

    • Políticas e reformas de ensino superior

    • Comunicação e tecnologias educacionais

    • Transições e desenvolvimento ao longo da vida

  2. Aconselhar algumas agências exigem aconselhamento nestas áreas científicas..

Artigo 4. Para cumprir esses objetivos as seguintes atividades::

  1. Realizar reuniões científicas regulares

  2. Organizar ou promover reuniões, seminários e simpósios temáticos.

  3. Desenvolver, publicar e distribuir o Jornal de Estudos e Pesquisas em Psicologia e Educação

  4. Formato de edição Blog e de forma irregular um boletim de notícias da associação. 

  5. Estabelecer contactos e parcerias com outras associações de fins de casamento.

  6. Criar uma página da web da associação para facilitar a comunicação com as partes interessadas.

  7. Em todas as suas actividades, a associação irá reforçar a presença das línguas espanhola e portuguesa.

Artigo 5. A Associação estabelece a sua sede na sede do espanhol (Grupo de Investigação em Psicologia do Desenvolvimento e da Aprendizagem Escolar da Faculdade de Educação Campus Elviña s / n 15071 - A Coruña) e Português (Instituto de Educação Departamento Ciências Sociais da Educação Campus de Gualtar 4710 - 057 Braga). Seu território preferido, que será principalmente o desempenho das suas actividades, é o conjunto dos países de língua espanhola e Português Unidos, português e espanhol, independentemente da sua localização geográfica.


CAPÍTULO II

Organismo representativo

Artigo 6. A Associação será gerida e representada por um Conselho constituído por: um / a Presidente / a, a / a Vice-Presidente / a, a / a secretário / a, a / Tesoureiro / ay 6 vogais. Condomínios que compõem o Conselho será livre. Eles são nomeados e exonerados pela Assembleia Geral e seu mandato terá a duração de 2 anos (Congresso) que podem ser renováveis ​​por um segundo mandato. Serão membros permanentes do Conselho de Administração dos professores que assinaram o Acto Fundador: Bento Duarte da Silva, Alfonso Barca Lozano, Leandro Almeida e Manuel Peralbo, pelo seu número de membros e fundadores da Associação. O Conselho deverá determinar quem deve executar a tarefa de cada momento.

Artigo 7. Estes podem causar baixa por demissão voluntária comunicada por escrito ao Conselho de Administração, por incumprimento das obrigações que haviam sido confiadas e termo do mandato.

Artigo 8. Os membros do Conselho que tenham esgotado o prazo para o qual foram eleitos, continuam em seus cargos em funções até ao momento em que a aceitação da sua substituição ocorre

Artigo 9. O Conselho reúne-se sempre como determinado pelo seu / iniciativa aya presidente ou a pedido de um terço dos seus membros. É constituído quando metade mais um auxiliar os seus membros e que os seus acordos são válidos serão tomadas por maioria de votos. Em caso de empate, o voto do Presidente ou do Presidente será de qualidade.

Artigo 10. Competência do Conselho: Os poderes do Conselho deve estender-se geralmente a todos os atos dos objectivos da associação, se não exigir, de acordo com estes estatutos, autorização expressa da Assembléia Geral.

Eles são os poderes específicos do Conselho:

  • a) dirigir as atividades sociais e trazer gestão econômica e administrativa da Associação concordar em executar os contratos e actos necessários. O conselho poderá delegar a gestão a entidades externas através de um contrato, o valor será suportado pelas taxas de adesão na proporção a ser determinada

  • b) Para implementar as resoluções da Assembléia Geral.

  • c) Desenvolver e submeter à aprovação dos Saldos da Assembléia Geral e contas anuais

  • d) deliberar sobre a admissão de novos membros

  • e) Para nomear delegados para qualquer atividade específica da Associação.

  • f) Qualquer outra faculdade que não é da competência exclusiva da Assembleia Geral de sócios..

Artigo 11. Ao Presidente/a tem os seguintes poderes: Para representar legalmente a Associação antes de qualquer tipo de entidades públicas ou privadas; convocar, presidir e encerrar as reuniões da Assembleia Geral e do Conselho, bem como os procedimentos de um ao outro; ordenar pagamentos e autorizar com a sua assinatura dos documentos, atas e correspondência; adoptar qualquer medida urgente que o bom funcionamento da Associação ou aconselhar no desenvolvimento de suas atividades é necessário ou desejável, sujeito a conta mais tarde para o Conselho..

Artigo 12. Vice-Presidente/a para substituir o Presidente ou o Presidente em sua ausência, por motivo de doença ou qualquer outra causa, e tem os mesmos poderes que ele..

Artigo 13. Secretário/a vai supervisionar a direção do trabalho puramente administrativo da Associação, emitir certificações, levar livros associação legalmente constituída e o arquivo associado, e salvaguardar a documentação da organização, tornando- comunicações sobre designação de Conselhos e de outros acordos sociais registráveis ​​com os registros correspondentes deve ser estendido, bem como o cumprimento das obrigações documentais nos termos que legalmente correspondem..

Artigo 14. Tesoureiro / a recolher e salvaguardar os fundos pertencentes à Associação e deve respeitar as ordens de pagamento emitidas pelo / a Presidente / a.

Artigo 15. Os membros terão os deveres de seu cargo de membros do Conselho, e, assim como aqueles que nasceram de delegações ou comissões de trabalho que as funções do Conselho que lhes são confiadas.

Artigo 16. As vagas que possam ocorrer durante o prazo de qualquer membro do Conselho serão cobertas temporariamente esses membros até a eleição definitiva pela Assembléia Geral convocada para o efeito.


CAPÍTULO III

ASSEMBLEIA GERAL

Artigo 17. A Assembleia Geral é o órgão supremo da Associação e é composto por todos os parceiros.

Artigo 18. As reuniões da Assembleia Geral será ordinária e extraordinária. O comum é realizada uma vez a cada dois anos, coincidindo com o Congresso organizado pela Associação. O take lugar extraordinário quando as circunstâncias o justifiquem, o julgamento do Presidente ou do Presidente, se o Conselho concorda ou quando proposta por escrito por um décimo dos membros.

Artigo 19. Avisos de Assembléia deverão ser por escrito que especifique o local, data e hora da reunião e agenda com expressão concreta das questões em discussão. Entre o anúncio eo dia marcado para a realização da Assembléia em primeira convocação mediará, pelo menos, quinze dias, para que ele possa ser gravado se for caso disso a data ea hora que a Assembléia se reunirá em segunda convocação, ninguém para outra para mediar dentro de menos de uma hora.

Artigo 20. Ambos ordinárias e extraordinárias Assembléias Gerais será validamente constituída em primeira convocação, quando seu terço dos membros com direito a voto, e em segunda convocação com qualquer número de membros votantes.

As decisões por maioria simples dos presentes ou representados serão tomadas quando os yeas superam os negativos, não sendo computável para o efeito os votos nulos, em branco ou abstenções..

Isso irá requerer uma maioria qualificada dos membros presentes ou representados, que resultam quando os votos afirmativos exceder metade delas para:

  • a) dissolução da entidade.

  • b) Alteração do Estatuto Social

  • c) Alienação ou alienação de bens imobilizados.

  • d) A remuneração dos membros do órgão de representação.

  • e) Estabelecimento de uma Federação.

  • f) Integração ou link para uma outra associação.

Artigo 21. As atribuições da Assembléia Geral:

  • a) Aprovar a gestão do Conselho de Administração..

  • b) Analisar e aprovar as contas anuais..

  • c) Eleger os membros do Conselho..

  • d) Definir as taxas ordinárias ou extraordinárias..

  • e) A dissolução da Associação.

  • f) Alteração dos estatutos..

  • g) O fornecimento ou a alienação de ativos.

  • h) Para concordar, quando aplicável, a remuneração dos membros dos órgãos representativos.

  • i) Qualquer outra do que a competência atribuída a outro órgão social.

Artigo 22 Exigem resolução da Assembléia Geral Extraordinária convocada para o efeito::

  • a) Alteração dos estatutos.

  • b) Dissolução da Associação.


CAPÍTULO IV

PARCEIROS

Artigo 23. Associação podem pertencer a pessoas com a capacidade de agir com interesse no desenvolvimento dos objectivos da Associação e provar a sua competência para ajudá-los.

Artigo 24. Dentro da Associação serão as seguintes classes de membros:

  • a) Os membros fundadores, que são aqueles que estão envolvidos no ato de constituição da Associação.

  • b) membros titulares, que serão introduzidos após a constituição da Associação.

  • c) Os membros honorários, que por seu prestígio ou por ter contribuído significativamente para a dignidade e desenvolvimento da associação, assim, tornar-se digno de tal distinção. A nomeação dos membros honorários corresponderá à Assembleia Geral.

Artigo 25. Os parceiros irão causar baixa para qualquer uma das seguintes causas:

  • a) por demissão voluntária, comunicada por escrito ao Conselho de Administração..

  • b) A violação das obrigações financeiras se não conseguiu cumprir duas parcelas.

Artigo 26. O número e sócios fundadores têm os seguintes direitos::

  • a) Participar em todas as atividades organizadas pela Associação na realização de seus propósitos.

  • b) Para desfrutar de todas as vantagens e benefícios que a Associação pode obter. Em particular:

    • Aqueles que são doutores/as terão acesso prioritário à revista, como revisores dos itens recebidos e como avaliadores das propostas apresentadas ao congresso da associação..

    • Acesso privilegiado à publicação no jornal, desde que sejam aprovados o processo de avaliação interna e externa, pode, então, publicar um artigo anual.

    • 50% de desconto sobre o registo de conferências, seminários e cursos organizados pela associação, incluindo, claro, o Galego-Português Congresso Internacional de Psicologia.

    • Divulgação de iniciativas e publicações parceiros na web e no boletim da associação.

  • c) Participar nas Assembleias com voz e voto

  • d) Seja eleitores e candidatos a cargos de liderança..

  • e) Receber informação sobre os acordos aprovados pelos órgãos da Associação..

  • f) Fazer sugestões aos membros do Conselho a fim de melhor alcançar os objectivos da Associação..

  • g) Solicitar ao Conselho o apoio científico da associação para as actividades dos membros que preencham os requisitos de qualidade científica aplicável..

  • h) Participar nas prêmios instituídos pela Associação: William James, Lev Vygotsky e Jerome Bruner, cujas bases será publicado no site da associação.

Artigo 27. O número fundadores e parceiros têm as seguintes obrigações::

  • a) Para cumprir os presentes Estatutos e das Assembléias válidos e acordos do Conselho de Administração..

  • b) pagar as taxas a fixar.

  • c) Assistir as Assembléias e outros eventos organizados.

  • d) Desempenhar, se necessário, as obrigações inerentes ao cargo que ocupam..

Artigo 28. Os membros honorários têm as mesmas obrigações que os fundadores e os números, exceto os previstos na alíneas b) e d) do artigo anterior.

Eles também terão os mesmos direitos, exceto as contidas nas alíneas c) e d) do artigo 26, pode assistir às reuniões, sem direito a voto

Artigo 29. Os recursos económicos para o desenvolvimento dos objectivos e actividades da Associação são:

  • a) As taxas de adesão, periódicas ou extraordinárias.

  • b) Os subsídios, legados doações ou heranças que poderia legalmente receber de parceiros ou terceiros.

  • c) Qualquer outra utilização legítima

Artigo 30. A Associação carece Fundo Social, no momento da sua constituição

Artigo 31. O exercício associativo e económico será anual e seu encerramento terá lugar no dia 31 de dezembro de cada ano.


CAPÍTULO V

DISSOLUÇÃO

Artigo 32. voluntariamente dissolver quando acordado pela Assembléia Geral Extraordinária convocada para o efeito, nos termos do artigo 20 dos Estatutos.

Artigo 33. Em caso de dissolução, uma comissão liquidatária serão nomeados que, uma vez extinta a dívida, e se qualquer excesso de líquido assim alocado para fins que não alteram a sua natureza sem fins lucrativos.

Provisão Adicional

Para a implementação da Associação, atuará como outorgantes diretoria interina membros fundadores do Acto Fundador. Eles têm um período de um ano para regularizar o funcionamento da Associação.

Em todas as questões não previstas neste Estatuto regula o Direito de Associação da Lei Orgânica 1/2002, de 22 de Março, e disposições complementares serão aplicadas.

Em A Coruna ------------- de 2015.

D. Manuel Peralbo Uzquiano 

D. Leandro Silva Almeida

D. Bento Duarte Silva 

D. Eliseo Alfonso Barca Lozano 

 

segunda 11 setembro 2017 Noticias 342
Os prêmios foron: Dña. Anabela de Oliveira Duarte da Cruz Carvalho prêmio Lev Vygotsky 2017 de pesquisa psicopedagógica Documento Dña. Deise Marques Choti prêmio William James 2017 de inovação psicopedagógica Documento
segunda 15 fevereiro 2016 Noticias 3364
El XIV Congreso Internacional Galego-Portugués de Psicopedagoxía terá lugar na Universidade de Minho (Braga), os días 6, 7 e 8 de setembro de 2017. A web do congesso: http://net.ie.uminho.pt/ xivgp/ Você pode baixar o poster congresso aqui: Poster Congresso Inscríbete aquí
Diseñada por ASOCIP